Trabalho de prevenção na Fisioterapia Desportiva








Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Trabalho de prevenção na Fisioterapia Desportiva. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




A fisioterapia desportiva funciona com programas individuais de tratamento para cada atleta, indicada para todas as idades e contando com equipamentos específicos para treinamento. Buscando o melhor atendimento ao atleta, com atenção total de controle da lesão, o programa é elaborado aliando a correção postural aos exercícios de melhorias no condicionamento físico, visando a potencialização de ganho de força e resistência muscular.

A prática esportiva está em alta, afinal, cada vez mais as pessoas estão em busca do bem-estar e de mais qualidade de vida. Mas é difícil conseguir isso quando é preciso conviver com lesões, dores e até o afastamento da modalidade que você escolheu.

A intensa atividade física durante o treinamento e as competições exigem um condicionamento muscular e articular acima do fisiológico permitido pelo corpo. Os treinos excessivos conhecidos como overtraining, overuse ou síndrome do supertreinamento em atletas participantes de modalidades esportivas de alto nível geram uma sobrecarga do sistema musculoesquelético.

Os atletas são constantemente expostos a mudanças bruscas de direção de corridas, interrupções não programadas de movimentos, seguidas por movimentações em velocidades elevadas, saltos com aterrissagens instáveis, dentre outras inúmeras atividades que geram um aumento do impacto articular e situações de risco de lesão.

O tempo de descanso entre os treinos, fundamental para a reparação tecidual, encontra-se reduzido para a rotina dos atletas, impedindo que o corpo se recupere totalmente de um treinamento quando o outro é executado.

Com o passar do tempo toda essa sobrecarga musculoesquelética descrita anteriormente associada ao período reduzido de descanso entre os treinos resulta no aparecimento de lesões. Quando um atleta sofre uma lesão e é afastado da prática esportiva, afeta o lado físico e o lado psicológico. De tal modo que o atleta pense que não é "bom suficiente para o esporte" ou que "não se esforçou o suficiente". Estes pensamentos é a situação contrária já que o esforço máximo do atleta o levou para esse quadro.

O fisioterapeuta esportivo pode atuar de maneiras diferentes, tornando esse um setor bem interessante para muitos profissionais. É possível trabalhar junto a clubes ou associações esportivas, atendendo em uma clínica especializada, prestando serviço em academias, em grupos de pacientes, entre outros.



Muitos clubes estão investindo em programas de prevenção de lesões, pois além de impedirem o afastamento dos atletas, os custos para reabilitá-los são extremamente maiores.

A presença do fisioterapeuta esportivo, executando exercícios preventivos é fundamental para que as capacidades físicas estejam íntegras. Assim, evita-se que o atleta sofra uma lesão e seja afastado de sua atividade esportiva. Os exercícios voltados para prevenir lesões são realizados em grupos, de tal modo que os atletas de uma modalidade esportiva que possuem uma carga de treino similar.

O fisioterapeuta deve estar atento aos índices epidemiológicos referentes às principais lesões daquele esporte. Segundo a cinesiologia e a biomecânica, o fortalecimento de grupos musculares que ofereçam suporte e reforço, impedindo uma futura lesão.

O conhecimento do gesto esportivo realizado pelo atleta é fundamental para o profissional, reforçando assim músculos que são importantes para a realização do movimento, o otimizando e prevenindo alterações de padrões normais que podem resultar em lesões.

Muitas vezes os exercícios de fortalecimento muscular são tão predominantes durante o treinamento, que o atleta acaba não realizando um treino de flexibilidade adequado. Sabe-se que o alongamento muscular é um componente que atua na prevenção de lesões e melhora o rendimento do atleta. Por isso cabe ao fisioterapeuta realizar o treino de flexibilidade adequado e regular com essa população.

Também é papel do fisioterapeuta orientar o atleta e seu treinador sobre as posturas adequadas para a realização dos exercícios, tanto na preparação física quanto no treino técnico, evitando lesões simples, mas muito comuns quando esse controle não é realizado.

Por isso, o fisioterapeuta esportivo é muito bem-visto, já que ele trabalha diretamente promovendo a saúde e o bem-estar dessas pessoas, garantindo que elas terão uma prática esportiva segura e eficiente.

Para finalizar, não deixe de conhecer os cursos online de fisioterapia selecionados. São cursos com excelentes conteúdos e plataformas de estudo. Clique aqui e saiba mais!




Tenho indicações para você apofundar seus estudos na Fisioterapia Desportiva. Espia só:
  • Curso online Massagem Desportiva
  • Drive Virtual de Fisioterapia Desportiva, apenas R$ 7,90
  • Eletrotermofototerapia - Curso com Prof. Dr. Thiago Fukuda
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Curso Online de Fisioterapia Desportiva


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.