Fisioterapia Preventiva do Quadril no Esporte








Olá, eu sou a Dani e esse texto fala sobre Fisioterapia Preventiva do Quadril no Esporte. Antes de começar a lê-lo, siga o blog nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Você também pode entrar nos grupos de Whatsapp ou no grupo do Telegram . Agora, vamos à leitura!




A articulação do quadril é formada pelo encaixe da cabeça do fêmur no acetábulo do osso do quadril. A cartilagem articular recobre ambas as superfícies articulares, favorecendo a mobilidade do quadril, que tem amplitude de movimento bastante ampla. É uma articulação que gera constante procura por atendimento em clínicas e consultórios fisioterapêuticos, normalmente com queixas dolorosas ou restritivas.  

O quadril é responsável por sustentar o corpo, além de ajudar também a articular o fêmur, osso da coxa, e o osso da bacia. O encaixe desses ossos com o quadril deve ser perfeito e macio e, por isso, há uma cartilagem nessa região para amortecer esse contato.

No entanto, podem existir algumas alterações anatômicas nesse encaixe que podem piorar ainda mais por erros de postura ou com movimentos muito amplos, como os de alguns exercícios feitos na academia

Devido a fraqueza do Complexo Póstero-Lateral do Quadril existe uma cadeia de consequências que acometem membros inferiores e coluna. As principais citadas  são:

Lombalgia
Sacroilíaca
Pubalgia
Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP)
Síndrome da Banda Iliotibial
Ligamento Cruzado Anterior (LCA)
Osteoartrose

No mundo que vivemos e com as atividades que fazemos, manter a pélvis equilibrada é praticamente impossível. Permanecemos muito tempo sentados, com má postura ou em condições ambientais desfavoráveis. Então, o que acaba acontecendo é que o corpo começa a mudar e se desalinhar, a ponto dos sistemas internos e os padrões diários de movimento se tornarem desequilibrados e restritos.

Vou dar o exemplo os músculos do complexo do adutor – pectíneo, adutor magno, adutor mínimo, adutor curto, adutor longo, gracilis. Ter adutores fracos e tensos de um lado dificultará a sustentação do nível da pelve, o que significa que o quadril oposto cairá à medida que você caminha. Isso pode resultar em desequilíbrios nos quadris e nos glúteos, o que pode levar à dor no quadril e ao excesso de tensão no quadril. Não apenas isso, mas poderá aparecer desequilíbrios em todo o corpo, pois o corpo tentará compensar os músculos tensos e fracos.

Por isso, é importante exercícios de fisioterapia fortalecer e alongar os músculos adutores para que eles sejam fortes o suficiente para equilibrar o peso do corpo e apoiar a pélvis, mantendo os quadris saudáveis e sem dores.

Para evitar dores e doenças nessa região,  é preciso manter uma atividade física e praticar exercícios com regularidade é a melhor forma de preservar essa região. É  importante lembrar que trabalhar toda essa musculatura com exercícios fortalece os músculos e evita lesões. O equilíbrio muscular vai proteger a articulação e contribuir para uma maior estabilidade e um melhor funcionamento. Tudo que é mais estável funciona melhor e, portando, gasta menos e há menos lesão.

Com os exercícios, a própria musculatura fica responsável por absorver parte do impacto da caminhada. A articulação fica mais estável, sobrecarregam-se menos os ligamentos e a cartilagem, poupando essa estrutura. Grande parte das lesões tratadas poderia ser evitada com a correta prevenção. Ela engloba desde a obtenção do equilíbrio muscular, a orientação sobre treinos, nutrição, vestuário e tênis, técnicas específicas, check-up, avaliação médica e exames e repouso adequado.

Para quem já sente muita dor, a Fisioterapia é a estratégia mais indicada, pois fará que essa articulação ganhe força e mobilidade. Exercícios de fortalecimento dos músculos dos glúteos deveriam ser realizados, inicialmente, sem a descarga do peso corporal. Nessa fase, atividades aquáticas, como hidroginástica e natação, podem ser benéficas para o alívio da dor, manutenção da condição cardiorrespiratória e aumento da mobilidade do quadril.

Espero que tenha ficado claro o quanto a fisioterapia preventiva é importante para evitar dores no quadril.

Até a próxima!





Tenho indicações para você apofundar seus estudos na Fisioterapia Desportiva. Espia só:
  • Curso online Massagem Desportiva
  • Drive Virtual de Fisioterapia Desportiva, apenas R$ 7,90
  • Eletrotermofototerapia - Curso com Prof. Dr. Thiago Fukuda
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Curso Online de Fisioterapia Desportiva


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.