Tenistas de mesa não devem descartar ocorrência de lesões









Apesar do tênis de mesa ser um esporte de pouco impacto, não se deve descartar a ocorrência de lesões entre seus praticantes. Segundo estudo publicado Revista Fisioterapia e Pesquisa, os membros superiores e o tronco são os locais mais acometidos.

A pesquisa, que analisou 111 atletas participantes do Campeonato Paulista de Tênis de Mesa, mostra que durante uma partida de tênis de mesa, as bolas são enviadas em diferentes direções com velocidades e rotações igualmente variáveis, fazendo que os competidores realizem movimentos complexos em frações de segundo, envolvendo essencialmente deslocamento lateral e pequenos saltos com mudanças de direções que deixam os atletas expostos às lesões.

O treinamento foi o momento mais relatado de ocorrência das lesões. Os pesquisadores acreditam que muitas vezes treinadores e atletas extrapolam a fase de adaptação, resultando em exaustão e contribuindo para aparecimento de lesões.

Por Solange Bagdadi


Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos na Fisioterapia Dermato-Funcional. Espia só:
  • Curso online Massagem Desportiva
  • Drive Virtual de Fisioterapia Desportiva, apenas R$ 7,90
  • Eletrotermofototerapia - Curso com Prof. Dr. Thiago Fukuda
  • Combo Joelho e Quadril - Cursos Online
  • Curso Online de Fisioterapia Desportiva


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.